segunda-feira, 9 de julho de 2018

Review: ⚡ Crazy Bull - 'The Past Is Today' (2018) ⚡

Da grande e populosa cidade de Filadélfia (Pensilvânia, EUA) chega-nos o notável álbum de estreia de Crazy Bull sob a forma física de vinil através da sua página oficial de Bandcamp (e com distribuição europeia pelo selo discográfico francês Totem Cat Records). Tal como o nome sugere, ‘The Past is Today’ é norteado por uma fascinante veia retro emergida da adorável combinação entre um elegante, hipnótico e inflamante Heavy Blues de raiz setentista e um empolgante, atlético e possante Hard Rock de essência clássica. A sua sonoridade de textura vintage, clima ardente e feição atraente obriga-nos a desmaiar as pálpebras, talhar um sorriso imortalizado no rosto e desprender a cabeça. ‘The Past is Today’ transpira toda um desarmante, aromático, enérgico e contagiante requinte que nos envolve, sacode e inebria do primeiro ao último tema. São 36 minutos esporeados e galopados a uma excitante ritmicidade locomovida a vigor, simetria, primor e fogosidade. Agarrem firmemente as rédeas de Crazy Bull à alucinante boleia de duas guitarras esmeradas que se revigoram, incendeiam e exaltam na criação de ostentosos, sombrios, altivos e sumptuosos riffs, e se superam na incrível condução de solos verdadeiramente estonteantes, magistrais, alucinógenos e berrantes, um baixo fibrótico carregado a linhas vigorosas, fluídas, reverberantes e poderosas, uma bateria intensamente dinâmica e explosiva de excitante propensão ofensiva, e uma voz cáustica, felina, áspera e vulcânica que empresta toda uma selvática ardência extra à inflamada e saturada atmosfera deste escaldante ‘The Past is Today’. Enfrentem como puderem toda esta provocante, desenfreada e emocionante galopada que vos trucidará a lucidez e atestará de adrenalina. Este é um álbum praticamente pensado, produzido e executado à minha imagem, e que no final do ano estará certamente perfilado por entre os melhores registos hasteados em 2018. Longa vida a todas as bandas que – tal como o quarteto Crazy Bull – fazem do passado o seu presente.

Sem comentários: