domingo, 29 de novembro de 2015

Papir - "Live at Roadburn" (2015)

Papir são hoje uma das bandas mais distintas do panorama Psych Rock. Em cinco anos de existência contam já com sete registos lançados (onde se perfilam cinco álbuns da sua inteira autoria e outros dois gravados na agradável companhia dos germânicos Electric Moon). Este power-trio dinamarquês fielmente dedicado ao Psych Rock e ao Krautrock parece ter perdido há muito o travão da inspiração criativa, e desde 2010 que vem encantando uma audiência de seguidores cada vez mais populosa. “Live at Roadburn” gravado ao vivo na edição de 2014 deste afamado festival holandês e lançado em 2015 pela mão do selo El Paraiso Records, traz consigo toda uma mágica e edénica fluidez musical que nos acaricia a alma e a conduz à medula da satisfação. A sua sonoridade imensamente onírica conjuga na perfeição o Psych Rock e o Krautrock, resultando numa estimulante odisseia espiritual que nos serena e deslumbra. São cerca de 75 minutos de pura beleza apenas intervalada pelos aplausos e clamores efusivos que se avivam e desmaiam entre cada um dos seis temas que constituem a alma de “Live at Roadburn”. É no idioma transcendente de uma guitarra emotiva e deslumbrante, na incessante sombra de um baixo hipnoticamente bailante e nas extravagantes acrobacias de uma bateria jazzística que reside o paraíso. Desfrutem desta intensa e impressionante emanação letárgica e sintam o potente abraço gravitacional de “Live at Roadburn” que vos manterá adormecidos na sua órbita do primeiro ao último tema. 

Fu Manchu - "Hung Out to Dry" EP (2006)

Kyuss @ San Francisco, 1995


Josh Homme | Sonic Highways

Tee Pee Records | "Beachhouse Sampler 2015"

sábado, 28 de novembro de 2015

Dust!

Scott Reeder (Kyuss)

Brant Bjork - "Automatic Fantastic" (2010)


Dead Meadow

Weedeater

Sleep - "Dopesmoker" (2012)


Mars Red Sky

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

You're smiling now but we'll all turn into Demons - "Population IV" (2015)

Sempre tive um enorme fascínio pelo lado desértico e sonolento do Psych Rock (estilo Yawning Man) aliado ao requintado e paisagístico Surf Rock (estilo The Mermen), e esses têm sido, ao longo do tempo, alguns dos principais atributos que mais tenho procurado na música Rock. You’re Smilling Now But We’ll All Turn Into Demons foi uma das grandes descobertas do meu ano musical, apresentando em “Population IV” muito daquilo que mais anseio encontrar. Este quarteto inglês – natural da cidade de Portsmouth (UK) – aponta os instrumentos ao Heavy Psych de temperamento bipolar. Pendulando entre temas povoados por riffs robustos e electrizantes, e temas dominados por cálidos, uivantes e lenitivos acordes que se espreguiçam de forma sedutora, “Population IV” provocara em mim uma imediata sensação de amor à primeira audição que consequentemente me levara a uma constante, contemplativa e irreversível hipnose. Este disco provoca-nos uma agradável sedação que nos ameniza do primeiro ao derradeiro tema. As duas guitarras xamânicas intoxicam-nos com os seus riffs enteogénicos e solos bocejantes numa contagiante e extasiante inflamação que nos entorpece sem qualquer moderação. O baixo pulsante, hipnótico e de deslumbrante orientação rítmica circunda-nos prazerosamente, enquanto que a bateria de ofensivas rutilantes lança-se numa provocante e intensa dança tribalista que nos agita e conduz. “Population IV” é uma verdadeira indução morfínica via auditiva que nos tomba o semblante sobre o peito e convida à profunda e sagrada meditação. Respirem estas lisérgicas e tantalizantes brisas sussurradas por Smilling Now But We’ll All Turn Into Demons e sintam-se desmaiar sobre as douradas areias da ataraxia. “Population IV” encerra uma imperturbável e influente serenidade que nos lapidifica de olhos selados e sorriso esculpido no rosto. Não é nada fácil despertar deste disco e recuperar a totalidade da lucidez que discretamente nos fora roubada por Smilling Now But We’ll All Turn Into Demons.

Acid King | Atenas, Grécia (2015)

Orchid

© Mike Gowen

Kadavar - "Broken Wings" (2013)


Heroin in Tahiti | "Sun and Violence" (2015)

Jus Oborn & Liz Buckingham | Electric Wizard

Mountain Witch - "Snake Wand" (Cold River, 2013)